Menos coisas, Mais equilíbrio

A vida precisa vir regrada de equilíbrio e não devemos nos exceder. Prestemos atenção ao que fazemos e vejamos se não caminhamos para o consumismo. Pense um pouco se você não tem passado sua vida apenas acumulando coisas fúteis. Os dois extremos são perigosos: excesso e falta, tudo deve ter sua medida.

Hoje eu vivi uma experiência aqui na escola,  Christian Schools, e queria muito compartilhar com vocês. Sentei perto das garotas de 15, 16 anos e comecei a ouvir a história delas. Elas falavam sobre as roupas da moda, marcaram para ir ao shopping no sábado. E uma delas a Karol, começou a contestar sobre a real necessidade de comprar mais e mais. E ela foi criticada pela maioria das meninas. Ela falava sobre economia, consumismo e com até um pensamento minimalista, eu fiquei pensando: “E se todos nós pensássemos como ela? Como seria isso?”

 

E mais, ela sugeriu um desafio. Que todas, ao chegar em casa que olhassem em seus closets e tirassem pelo menos uma peça por dia que não queriam mais. E no outro dia que relatasse, se foi fácil ou difícil. E que mantessem esse comportamento até que fosse difícil de encontrar uma peça(não de vc se desfazer, mas de encontrar).

E aí eu entrei na conversa e disse que entraria na brincadeira tb. Foi que ao chegar em casa eu fui direto para o meu armário e pasmem, eu tirei 10 peças de roupas que eu não vestia há muito tempo. Então eu percebi o quanto nós estamos em desequilíbrio. É preciso ter resiliência para poder mudar. A mudança requer atitude e preseverança.

Ricos e pobres precisam aprender a lição do equilíbrio. Devem arregaçar as mangas e sair do comodismo. Um pode muito bem aprender a repartir enquanto o outro pode aprender que sua condição é meramente temporária, basta lutar para fazer a diferença.

Aprendamos a repartir sem ficar tão apegados às coisas materiais para que não fiquemos impedidos de ajudar ao próximo. Se aprendermos a ser temperantes poderemos dividir o excesso vivendo com o que necessitamos.

Tenhamos o equilíbrio em todos os setores de nossa vida e veremos se isso não nos deixará mais felizes. A medida certa é como preparar a comida, se colocarmos sal em excesso fica tão salgado que não dá para comer, mas se não colocarmos, a comida fica sem gosto. Assim também é nossa vida.

Devemos aprender a moderar e usar a medida certa em tudo. Antes de fazer algo, pense se aquilo lhe acrescentará ou é mero impulso e também se vale a pena ou não. Se a resposta for positiva vá em frente, caso contrário mude a direção. Pense sempre antes de agir e verá a diferença que isso fará.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s